Castanha da Amazônia ou do Pará

Bertholettia excelsa HBK | Inglês: Brasil nuts  

FAMILIA: Lecythidaceas

ORIGEM: Amazônia

HISTÓRIA: No Brasil encontra- se esta semente nos estados do Amazonas, Pará, Maranhão e Mato Grosso . A castanheira é conhecida por vários nomes e em 1992 os empresários, convencionaram chamá-la de castanha da Amazônia.
“Árvore bela e majestosa, uma das mais nobres da nossa variada e opulenta flora, é ao mesmo tempo, por um concurso de circunstâncias que poucas vezes a natureza reúne em um só vegetal, do mais alto valor econômico” (descrição entusiasmada do botânico Pio Correa)  

CURIOSIDADES: A semente da castanha do Pará precisa da ajuda de um esquilo, para roer a ponta e enterrar, a fim de ela romper a casca e germinar. Isso mostra o real valor da produção desse alimento, da complexidade do arranjo do ecossistema. Além disso, as sementes têm elevado valor econômico também por se tratar de um produto extraído da floresta. Segundo a EMBRAPA, “após a decadência da borracha, a castanha do Brasil passou a constituir o principal extrativo para exportação da Região Norte do Brasil... A exploração de exemplares nativos desta árvore é protegida por lei (1994)”.Tem sido plantada na região com a finalidade de reflorestamento, porém, o avanço da produção agrícola na Amazônia vem reduzindo progressivamente o espaço da castanha devido a derrubada da mata para extração da madeira e para a pecuária. Ainda hoje se mantém a coleta manual que sustenta muitas famílias amazonenses. Mais recentemente surgiram as “usinas de beneficiamento” com a mecanização do trabalho, reduzindo o espaço da cultura local. As castanhas com casca são vendidas após o chamado “beneficiamento” que nada mais é que o aquecimento a uma temperatura de 80º C para a eliminação de um óleo que a torna amarga, segundo os comerciantes que consultamos. Porém na cultura local as castanhas são consumidas cruas e recém colhidas. Mais uma semente em que o conhecimento popular contraria o conhecimento tecnológico! As pré-cozidas que está no comércio, em geral estão rançosas.

COMPRAS: No movimento da alimentação viva procuramos entrar em contato com os vendedores locais da semente para ter acesso a castanha crua e com melhor qualidade vital!Informe-se no bazar do Terrapia!

GERMINAÇÃO: Se estiverem sem casca, coloque-as dentro e água por 48 h. Caso estejam com casca, 72h fazendo uma pequena quebra para melhor penetração da água (veja foto). O processo de germinação pode ser observado pela mudança completa do paladar e da consistência.
Os frutos são colhidos nos meses de dezembro e janeiro. Observem a diferença do paladar da castanha fresca!

DICAS: Esta semente é gostosa em qualquer preparação culinária, seja com as frutas doces ou em preparações salgadas.

CASTANHA DA AMAZÔNIA RALADA TEMPERADA
Ingredientes:
1 xícara de castanha germinada
1 dente de alho e sal.
Preparo:
Coloque no processador e polvilhe sobre a salada verde.
 

Capítulo 4: Conhecendo as Sementes

Alimentação Viva e Agroecologia na Promoção da Saúde

Terrapia Saúde e Ambiente

Alimentação Viva

e Agroecologia na Promoção da Saúde

Telefone: 55 21 2598-2659

terrapia.terrapia@gmail.com

Instagram: projeto_terrapia

FIOCRUZ: Av. Brasil, 4365 ou Av. Leopoldo Bulhões, 1480 - Manguinhos.

Rio de Janeiro - RJ

Cadastre seu e-mail e receba novidades sobre Alimentação Viva!

  • Facebook Social Icon
Copyright© 2015 TERRAPIA