Coco

Cocos nucifera L. | Inglês: coconut

FAMíLIA: Palmáceas

ORIGEM: É uma palmeira perene originária do Sudeste Asiático e foi introduzida no Brasil em 1553 pelos portugueses, embora alguns autores defendam que a origem é desconhecida.

HISTÓRIA: A planta é muito conhecida entre nós, pois o coqueiro é utilizado como planta paisagística para embelezar praças públicas, chácaras e fazendas. Existe atualmente no mercado a planta modificada geneticamente, chamada de “cultivar”  da variedade anã (Cocos nucifera 'nana'). Foi desenvolvida (EMBRAPA) por produzir mais rápido, é baixinha e portanto fácil de colher, produz maior quantidade de frutos, água mais doce e de menor de tamanho. Podem ser encontradas nas cores amarela, verde e avermelhada. Mas ainda em regiões pouco exploradas conseguimos conhecer as espécies nativas. Portanto fiquem atentos: de olho nas nativas!!! O fruto apresenta uma parte bastante fibrosa com uma grande semente em seu interior. A semente é de casca dura e com isso pode boiar ao cair dentro da água, descer rios e germinar mais adiante.

CURIOSIDADES: Uma teoria que tenta explicar a forma como esta palmeira teria se espalhado no planeta, diz que os cocos teriam flutuado de um continente para o outro por meio das correntes oceânicas. Isso explicaria porque tem mais coco na região litorânea entre a Bahia e o Rio Grande do Norte, pois as correntes levaram as sementes de forma natural.  

COMPRAS: Para saber se o coco está em condições de consumo, uma dica: bata com uma moeda na casca, se o som for estridente o coco está fresco, se o som for oco indica que a semente não está boa para o consumo.  

GERMINAÇÃO: Uma semente se torna madura em condição de germinar após um ano, quando tem pouca água e as fibras em volta estão secas. A germinação é espontânea, mas podemos acelerar imergindo-as em água por 15 dias, trocando a água diariamente. Se escolhemos a semente bem madura ( 12 meses), ao final deste tempo muitas vezes observamos o crescimento do germe que fica situado em um dos três “olhinhos” da semente, quando for quebrar para consumir. Por isso evite retirar a água através deste orifício. Quebre o coco ao meio para retirar a água e experimente o sabor depois desse período e perceba como fica mais leve e digestivo pela redução de gorduras através da germinação.

FAROFA DE COCO
Ingredientes:
1xícara de coco germinado ralado
1xícara de farinha de aipim desidratada no sol
1 maçã em cubos
Alho, salsa e cebolinha picados
Sal a gosto, azeite e gotas de limão.
Preparo:
Misture tudo.
Perfeita!!!!
 

Capítulo 4: Conhecendo as Sementes

Alimentação Viva e Agroecologia na Promoção da Saúde

Terrapia Saúde e Ambiente

Alimentação Viva

e Agroecologia na Promoção da Saúde

Telefone: 55 21 2598-2659

terrapia.terrapia@gmail.com

Instagram: projeto_terrapia

FIOCRUZ: Av. Brasil, 4365 ou Av. Leopoldo Bulhões, 1480 - Manguinhos.

Rio de Janeiro - RJ

Cadastre seu e-mail e receba novidades sobre Alimentação Viva!

  • Facebook Social Icon
Copyright© 2015 TERRAPIA