Ervilha

Pisum sativum | Inglês:Peas

FAMíLIA: Leguminosae- Fabaceae

ORIGEM: A semente de ervilha é muito antiga (10.000 anos) e foi encontrada no leste europeu.

HISTÓRIA: Foi domesticada desde 7800 aC, seguindo o trigo e a cevada. Em 2000aC começou a ser espalhada pela Europa, leste da Índia e China. Da semente original se desenvolveram muitas outras espécies,mas só em meados de 1600 apareceu a vagem tenra, que logo foi absorvida pela culinária francesa. Os gregos também comiam muita ervilha.

CURIOSIDADES: São encontradas nas cores branca, bege, cor de azeitona e verde claro e preferem o clima de montanhas nos países tropicais. São plantas trepadeiras e suas belíssimas flores também são comestíveis!

COMPRAS: São encontradas somente em lojas especializadas em sementes.

GERMINAÇÃO: Fáceis e rápidas, as sementes podem ser germinadas no Ar. Logo que aparecem os primeiros sinais de germinação (radícula) é a boa hora de comer. Tem um paladar adocicado, por isso é chamada de “ervilha doce”. Passado esta etapa começam a apresentar um paladar amargo, impróprio para as receitas vivas.

DICAS: Para o preparo é importante experimentar antes e observar o paladar. Veja uma preparação interessante:

CREME DE ERVILHA COM INHAME:
Ingredientes:
1xíc de ervilha
1 inhame pequeno
sal, limão, ¼ de alho, azeite
1 tomate
cebola em rodelas, salsa, cebolinha, shoyu
Preparo:
Descasque a ervilha e processe no liquidificador com 1 xícara de inhame descascado, sal, limão, ¼ de alho, azeite. Faça o creme e coloque por cima um molho de tomate, cebola em rodelas, salsa, cebolinha, fios de azeite, shoyu e limão.
Acompanhe com salada verde. Bom proveito!
 

Capítulo 4: Conhecendo as Sementes

Alimentação Viva e Agroecologia na Promoção da Saúde